Por que o meu site não aparece no Google?

Postado em junho 19, 2018 por: Glenio Machado

Post: Por que o meu site não aparece no Google?

Entenda como funcionam os mecanismos de busca do Google e porque o seu site não aparece nas primeiras posições no resultado das pesquisas.

Você investiu um boa grana na criação de um site lindo para o seu negócio mas ele quase não tem visitas e até agora não gerou nenhum retorno para o seu negócio?

Você gostaria que o seu site fosse encontrado pelas pessoas que procuram pelos seus produtos ou serviços, mas não sabe como fazer ele aparecer nos resultados das buscas?

Não sinta-se só, você não é o único com esse problema, o mundo está cheio de sites que estão às moscas e quase nunca recebem visitas…

Isso acontece por que não basta apenas ter um site bonito para ser encontrado e receber visitas, ele precisa ser de qualidade e ter muita inteligência estratégica aplicada para aparecer no resultado das buscas.

Antes de falar de como melhorar o seu site e aplicar as estratégias para melhorar o seu ranqueamento, vamos entender como o Google funciona.

Eu vou falar apenas sobre o Google, por ser o principal site de pesquisas, mas os demais sites basicamente tem o mesmo princípio lógico para ranquear seus resultados.

Qual o principal objetivo do Google? O que ele faz por você?

Quando você faz uma pesquisa no Google ele simplesmente filtra os milhares de sites na internet e dispõe para você nas primeiras posições os sites que ele considera mais relevantes, ou seja, aqueles que ele acredita que vão entregar o que você procura da melhor maneira possível.

E como ele faz isso?

Bom, existe um complexo algoritmo composto por um série de regras que trabalha de forma incessante para avaliar os sites e definir quais vão ser posicionados no primeiros resultados das buscas.

É através dessas regras que ele define se o seu site vai aparecer nos primeiros resultados ou não, portanto o que você tem que fazer é se adequar ao máximo a essas regras para garantir as melhores posições para as páginas do seu site.

Ignorar o algoritmo do Google pode causar um grande prejuízo para o seu negócio. As empresas gastam 5, 10, 20 mil reais para construir o site mais lindo do mundo e acabam esquecendo de pensar no mais importante, que é o retorno que esse site tem que trazer.

Sem um planejamento estratégico de otimização para os mecanismos de busca, ou seja, um trabalho de SEO, o site acaba servindo só de enfeite, gerando custos, sem aparecer nas pesquisas do Google e sem trazer nenhum retorno.

Uma boa alternativa para fugir do SEO seria utilizar de anúncios pagos, como do Google Adwords (link), que funcionam muito bem, por sinal, mas eles só geram resultados enquanto você está investindo, uma vez que você parar de pagar e desativar os anúncios o seu site vai parar de receber visitas.

Caso você não queira ser dependente dos anúncios pagos, meu conselho é investir em SEO e fazer com que o seu site seja encontrado de forma orgânica, ou seja, gratuitamente.

O trabalho de SEO basicamente se divide em duas partes:

OnPage – onde são considerados os fatores internos do site que influenciam a experiência do usuário como:
As palavras chaves e o conteúdo das páginas – que indicam se o conteúdo responde ao termo pesquisado.
A estrutura e organização das informações – que indicam se o conteúdo é de fácil entendimento e vai ajudar o usuário com a sua busca.
E a velocidade de carregamento do site – que indica se o usuário vai ter uma boa experiência durante a navegação no site.

ou

OffPage –  onde são considerados os fatores externos do site, como os backlinks, que são links das páginas do seu site existentes nas páginas de outros sites na internet e que direcionam pro seu site.
Quanto mais relevante for o site que contém o seu link, melhor será o seu posicionamento.

Cada fator gera uma pontuação e de acordo com essa pontuação você será melhor ou pior ranqueado, portanto, cada detalhe importa e pode fazer a diferença e pode influenciar diretamente na quantidade de visitas que o seu site está recebendo e consequentemente no retorno que ele irá trazer para o seu negócio.

Se você quiser conhecer mais a fundo as principais regras do Google, leia também este artigo:

7 principais regras de ranqueamento do Google e entenda como você pode melhorar o seu site e o seu posicionamento do resultado das buscas do Google.

Glenio Machado,

CEO & Founder
DigitalSharp

0 Comentários

Deixe o seu comentário!