SEO – 7 Principais Regras do Google

Postado em junho 12, 2018 por: Glenio Machado

Post: SEO – 7 Principais Regras do Google

Conheça as principais regras do Google e como você pode facilmente melhorar o posicionando do seu site nos mecanismos de buscas fazendo apenas alguns ajustes simples.

Quantas vezes aconteceu de você fazer uma pesquisa no Google e navegar além dos 10 primeiros resultados da primeira página? Praticamente nenhuma, certo?

Pois é, esse é o comportamento da maioria dos usuários, eles dificilmente navegam até a segunda página de resultados, quem dirá a terceira, quarta e a diante…

Então uma coisa é certa, se você não está na primeira ou segunda página de resultados, dificilmente vai conseguir que o seu site seja encontrado. 

Mas como fazer para que o seu site apareça entre os primeiros resultados?
Você sabe que existem milhões de sites disputando essas posições, certo?
Você provavelmente já se perguntou o que as primeiras posições tem que os demais não tem?

Bom, não existe nenhuma fórmula mágica, mas existem algumas ações que podem te ajudar a otimizar o seu site para os mecanismos de busca e melhorar o seu posicionamento.

Eu listei abaixo as 7 principais regras do Google e algumas ações que vão te ajudar a melhorar o seu ranqueamento:

Regra número 01 – Responsividade

Um site é responsivo quando ele é capaz de se adaptar em diferentes formatos de telas, ou seja, ele vai se adequar a tela do seu celular, tablet ou computador.

Então só para começo de conversa, o Google sempre vai priorizar os sites responsivos nos resultados de buscas feitas por aparelhos móveis. Portanto se o seu site não for responsivo, o Google só vai mostrar ele depois de todos os outros sites que são responsivos.

E se você ainda não sabe, em média, 80% das buscas no google são feitas através de dispositivos móveis, portanto se o seu site não for responsivo você provavelmente vai perder 80% de chance de ser encontrado.
Então, não perde tempo, se o seu site não é responsivo, resolva isso pra ontem, ok!?

 

Regra número 02 – Palavra-chave

Cada página do seu site deve estar otimizada para uma única palavra-chave que resume o conteúdo desta página. A palavra-chave em si não precisa ser uma única palavra, mas um termo ou pequena frase, como por exemplo: “Regras do Google” que é a palavra-chave desta página que você está lendo.
Então você tem que pensar bem qual será essa palavra-chave ideal para sua página a após decidir, deve otimizá-la na sua página.

E como você faz isso? Usando essa palavra de forma consistente na sua página, por exemplo:
Sua palavra deve estar na url da página, no título e nos subtítulos, no nome do arquivo das imagens, no atributo alt das imagens, que é a descrição que aparece nas imagens quando você passa o mouse em cima delas, além de repetir algumas vezes no desenrolar do conteúdo.
Repare que nesta página você vai ver a palavra-chave principal em todos os itens que citei acima.
É uma forma de dizer ao Google que esta página realmente trata sobre as “Regras do Google”, a palavra-chave alvo que eu escolhi.

Regra número 03 – Densidade do Conteúdo

O Google prefere sites com conteúdo mais extensos. Ele entende que quanto maior o seu conteúdo, mais relevante ele é e maior é a chance dele responder a pergunta do usuário que está fazendo a busca.

Não existe um número exato pra você seguir, mas procure estar pelo menos acima de 2 mil palavras por página. Lembrando que o conteúdo deve ser de qualidade e não vale “encher linguiça” com qualquer coisa, ok!?

Regra número 04 – Velocidade

Como nome já diz, a velocidade de carregamento do seu site é relevante para o Google, pois ele preza pela boa experiência do usuário ao acessar o seu site, então se ele demorar muito a carregar não vai ser legal para o visitante e o Google não vai querer que ele encontre o seu site.

Nesse ponto existem vários fatores que vão influenciar na velocidade do seu site, então eu vou listar algumas das possíveis causas para seu site ficar lento:

As Imagens podem estar muito pesadas e sobrecarregando o site.

O Código JavaScrip ou CSS não estar compactado.

Não estar configurado para o site aproveitar o cache do navegador e carregar os arquivos da página.

Baixa velocidade no tempo de resposta do servidor.

Existem diversas outras configurações que você pode fazer para melhorar a velocidade do seu site, então se você quiser ir mais a fundo e saber tudo o que você pode fazer para melhorar o seu site, acesse o Google Speed, que é uma ferramenta gratuita e vai te dar todas as dicas que você precisa para melhorar sua velocidade.

Clique aqui para acessar o site e fazer o seu teste.

Insira sua URL, faça o teste e veja uma lista com todos os problemas da sua página e as sugestões de como resolver cada um deles.

Regra Número 05 – Autoridade das Páginas e do seu Domínio

A autoridade é uns dos parâmetros mais importantes pro Google fazer o ranqueamento, então é importante dar muita atenção para isso.
Para verificar a autoridade da sua página o Google vai analisar a qualidade da página e os backlinks. Os Backlinks são links da sua página postados em outros sites da internet, que de certa forma mostram se o conteúdo da sua página é relevante ou não.

Se outros site estão publicando o seu link, isso provavelmente quer dizer que o seu conteúdo é relevante.

Já a autoridade do domínio está relacionada a qualidade do conteúdo geral de todo site, o que também vai verificar a relevância baseando-se na quantidade de visitas e na propagação do conteúdo na internet (que também não deixam de ser backlinks).
Existe uma ferramenta chamada MOZ que faz uma análise do nível de autoridade do seu domínio e a da sua página, então se você quiser verificar é só ir em moz.com e fazer um teste.

Regra número 06 – Tempo de permanência no seu site

O que acontece quando um visitante entra no seu site? Quanto tempo ele fica? Ele clica em outras páginas? Ele permanece um tempo lendo o conteúdo?…

Bom, se você não está de olho nessas métricas, por ter certeza que o Google está, então, atenção pra isso também.

O Google entende que se o visitante entra no seu site e sai rápido e sem navegar em outras páginas, quer dizer que ele não teve uma boa experiência.
Ou ele não encontrou o conteúdo que ele estava procurando ou a má qualidade do site fez com que ele desistisse, como por exemplo: a página pode estar demorando muito pra carregar, ou estar desconfigurada ou o texto não estava muito claro, enfim, por algum motivo sua experiência foi ruim.

Então fique antenado nessas informações para saber quando você precisa melhorar suas páginas e proporcionar uma melhor experiência ao usuário.

Você consegue essas estatísticas através do Google Analytics.

Regra número 07 – Conteúdos duplicados e página de erro

O google não vai gostar de ver que o seu site tem páginas com conteúdo duplicados ou páginas com erro ou antigas que ficaram abandonadas.
Crie páginas de erro personalizadas e delete ou desabilite a indexação nos mecanismo de busca das páginas sem utilidade.
Esse trabalho é simples, mas requer bastante atenção para não deixar nenhuma url esquecida.

Bom estão aí as 7 principais regras de ranqueamento do Google.

Espero ter ajudado e se tiver alguma dúvida, deixa o seu comentário.
Se quiser saber mais sobre como melhorar o seu ranqueamento no Google ou precisar de ajuda, entre em contato conosco e vamos bater um papo.

[email protected]

Obrigado e até a próxima.


Glenio Machado
CEO & Founder
DigitalSharp

0 Comentários

Deixe o seu comentário!